Acerca de mim

A minha foto
Tudo o que quero e não posso, tudo o que posso mas não devo, tudo o que devo mas receio. Queria mudar o Mundo, acabar com a fome, com a tristeza, com a maldade.Promover o bem, a harmonia, intensificar o AMOR. Tudo o que quero mas não posso. Romper com o passado porque ele existe, acabar com o medo porque ele existe, promover o futuro que é incerto.Dar vivas ao AMOR. A frustração de querer e não poder!...Quando tudo parece mostrar que é possível fazer voar o sonho!...Quando o sonho se torna pesadelo!...O melhor é tapar os olhos e não ver; fechar os ouvidos e não ouvir;impedir o pensamento de fluir. Enfim; ser sensato e cair na realidade da vida, mas ficar com a agradável consciência que o sonho poderia ser maravilhoso!...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

ANGOLA É NOSSA




Angola é nossa gritarei!
Quem não cantou este hino?
No país que tanto amei,
Tracei assim o meu destino.

É corpo é sangue da nossa grei!
Tal e qual o hino nacional!
Por Angola também eu gritei,
Pensando sempre em Portugal.

Ter de lutar p’ra não sofrer,
Defendendo a nossa terra,
Ter de fugir p’ra não morrer.

Mágoa e dor então presente,
Provocados por uma guerra,
Criada pela outra gente.
                 II
Quem não se lembra então,
Como lá era imposto,
O culto de uma nação,
E tudo era composto.

De política não sabia,
A juventude angolana,
E da PIDE medo tinha,
Pois podia ir em cana.

De cana é condição,
De quem não tem liberdade,
Sinónimo de prisão.

Que ao povo era imposto,
Sem qualquer legalidade,
Por política sem gosto.

FIM







Sem comentários:

Enviar um comentário