Acerca de mim

A minha foto
Tudo o que quero e não posso, tudo o que posso mas não devo, tudo o que devo mas receio. Queria mudar o Mundo, acabar com a fome, com a tristeza, com a maldade.Promover o bem, a harmonia, intensificar o AMOR. Tudo o que quero mas não posso. Romper com o passado porque ele existe, acabar com o medo porque ele existe, promover o futuro que é incerto.Dar vivas ao AMOR. A frustração de querer e não poder!...Quando tudo parece mostrar que é possível fazer voar o sonho!...Quando o sonho se torna pesadelo!...O melhor é tapar os olhos e não ver; fechar os ouvidos e não ouvir;impedir o pensamento de fluir. Enfim; ser sensato e cair na realidade da vida, mas ficar com a agradável consciência que o sonho poderia ser maravilhoso!...

sábado, 12 de novembro de 2011

CASTANHA

         

No S. Martinho prazenteiro
Come-se castanhas assadas
Prova-se o vinho primeiro
P’ra esquecer vidas passadas

Castanha assada na brasa
Quentinhas e cinzentas são
Comidas na rua ou em casa
Aquecem o meu coração

Se apanhar alguma bichada
Não ligue, é castanha boa
A castanha já vem prendada

Bichada é mais saborosa
É fruto d’um insecto que voa
Ovos da borboleta formosa

FIM

Sem comentários:

Enviar um comentário