Acerca de mim

A minha foto
Tudo o que quero e não posso, tudo o que posso mas não devo, tudo o que devo mas receio. Queria mudar o Mundo, acabar com a fome, com a tristeza, com a maldade.Promover o bem, a harmonia, intensificar o AMOR. Tudo o que quero mas não posso. Romper com o passado porque ele existe, acabar com o medo porque ele existe, promover o futuro que é incerto.Dar vivas ao AMOR. A frustração de querer e não poder!...Quando tudo parece mostrar que é possível fazer voar o sonho!...Quando o sonho se torna pesadelo!...O melhor é tapar os olhos e não ver; fechar os ouvidos e não ouvir;impedir o pensamento de fluir. Enfim; ser sensato e cair na realidade da vida, mas ficar com a agradável consciência que o sonho poderia ser maravilhoso!...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

CALEMA DE MARÇO


   

Vejo a onda enorme vinda do mar!
Caravelas brancas cavalgam sobre ela,
Com ânsia da praia poder abraçar
E nela soltar a sua bela alva vela.

É a calema do revolto mês de Março,
Com suas ondas envoltas em espuma.
Procura envolver a praia com seu abraço,
E toda a sua rude fúria se esfuma.

São sonhos lindos então sonhado,
Pela amante sôfrega de emoção,
Cheia de luz com grande fascinação,
Pelo corpo e esplendor do ser amado.

Na espuma da onda vê o seu sorriso,
Nas águas turbulentas o esplendor
Do grande amor, embora sofrido,
Com atitudes que lhe provocam dor.

O seu mar interior está revolto,
Tristeza infinita espelha seu rosto,
Seus lábios mostram desgosto!
Deixando escapar um choro solto.

Escoa-se rapidamente primavera da vida,
A juventude renova-se com a experiência,
Na vivência do seu ser sente-se querida,
O Outono que se aproxima traz consciência.

Sabe que no universo do tempo terreno,
A vida humana apenas vale um segundo.
Tempo ínfimo não pode ser enfermo,
Guardando todas as mágoas do Mundo.

A calema expulsa as mágoas do mar,
Liberta toda a sua maléfica energia.
Acalma as suas águas prontas para amar,
Abraçando a bela praia com alegria.

A amante sossega então todo o seu sofrer,
Nos braços do seu amor procura renascer.
Prolongar uma vida agora mais madura,
O Outono da vida que para sempre perdura.

FIM

Sem comentários:

Enviar um comentário