Acerca de mim

A minha foto
Tudo o que quero e não posso, tudo o que posso mas não devo, tudo o que devo mas receio. Queria mudar o Mundo, acabar com a fome, com a tristeza, com a maldade.Promover o bem, a harmonia, intensificar o AMOR. Tudo o que quero mas não posso. Romper com o passado porque ele existe, acabar com o medo porque ele existe, promover o futuro que é incerto.Dar vivas ao AMOR. A frustração de querer e não poder!...Quando tudo parece mostrar que é possível fazer voar o sonho!...Quando o sonho se torna pesadelo!...O melhor é tapar os olhos e não ver; fechar os ouvidos e não ouvir;impedir o pensamento de fluir. Enfim; ser sensato e cair na realidade da vida, mas ficar com a agradável consciência que o sonho poderia ser maravilhoso!...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

EMIGRANTE PORTUGUÊS



Querem levar um pouco de nós
Ao Mundo que descobrimos
Lembranças dos nossos avós
Com tudo o que sentimos

Emigrante da minha terra
Obrigados a sair do país
Por cá só encontrar miséria
E governantes de mau cariz

Os homens que te governam
Sem tino e patriotismo
Pena de ti não tiveram
Mas aceitam o teu conformismo

Deixaste a pátria afinal
Para viveres com dignidade
Longe da terra natal
Sentindo grande ansiedade

Deixastes as coisas que tens
Em Trás-os-Montes ou no Minho
Das beiras e Alentejo vens
E do país levas carinho

Para as terras do Mundo foste
Sempre de cabeça erguida
Com trabalho fizeste a sorte
Para voltar à terra querida

Mostrar as novas ao Mundo
Como anteriormente fizeste
Cruzar mares e abismo profundo
Por terras e deserto agreste

Da Austrália ao Canadá
Em África ou não Japão
Emigrantes que por lá há
Trazem Portugal no coração.
FIM
Carlos Cebolo



Sem comentários:

Enviar um comentário