Acerca de mim

A minha foto
Tudo o que quero e não posso, tudo o que posso mas não devo, tudo o que devo mas receio. Queria mudar o Mundo, acabar com a fome, com a tristeza, com a maldade.Promover o bem, a harmonia, intensificar o AMOR. Tudo o que quero mas não posso. Romper com o passado porque ele existe, acabar com o medo porque ele existe, promover o futuro que é incerto.Dar vivas ao AMOR. A frustração de querer e não poder!...Quando tudo parece mostrar que é possível fazer voar o sonho!...Quando o sonho se torna pesadelo!...O melhor é tapar os olhos e não ver; fechar os ouvidos e não ouvir;impedir o pensamento de fluir. Enfim; ser sensato e cair na realidade da vida, mas ficar com a agradável consciência que o sonho poderia ser maravilhoso!...

sábado, 3 de dezembro de 2011

FADO


                

Um soneto de bom silêncio,
Mostra as mágoas dum fado,
Que na guitarra tira o lamento,
Por estar triste e desesperado.

Canta as tristezas dum povo,
Cansado de tanto sofrer,
O povo lamenta de novo,
Todo um velho padecer.

Música triste apaixonada,
Fala de almas perdidas,
De tramas emaranhadas.

Da grande dor da vida perdida,
Poetas cantam a dor da alma,
Com pouca luz na noite calma.

FIM

Sem comentários:

Enviar um comentário